CPERS reúne-se com secretário de Educação para tratar do calendário de recuperação e pagamento dos dias de greve


IMG_8223

No primeiro dia de volta às aulas, após 54 dias de greve dos educadores, a Direção Central do CPERS reuniu-se com o secretário de Educação, Luis Alcoba, na tarde desta segunda-feira, dia 11, para tratar sobre os valores descontados dos trabalhadores em educação, referente aos dias de greve. No encontro, ficou acertado que mediante a apresentação do calendário de recuperação dos dias de greve, logo serão depositados os valores descontados. Por isso, a Direção Central  do Sindicato, respeitando a autonomia das escolas, orienta que façam o calendário de recuperação e entreguem no máximo até a próxima terça-feira, dia 19, nas Coordenadorias Regionais de Educação – CREs de suas regiões. Alcoba comprometeu-se em enviar o documento para o Sindicato e as CREs com as garantias citadas até amanhã, dia 12.
Na reunião, também  foram abordadas as denúncias recebidas pelo Sindicato sobre perseguição aos educadores que aderiram a greve, por parte das CREs ou direções de escolas. O CPERS está recebendo as denúncias de professores e funcionários de escola através do site e Facebook, confira aqui.
Outro assunto debatido foi a tentativa da 1ª CRE (Porto Alegre) de fechar a Escola Estadual Vila Cruzeiro do Sul, na tarde de hoje. A união de pais, alunos, educadores e a comunidade escolar impediu que o fechamento ocorresse. O secretário-geral do CPERS, Edson Garcia, e a diretora, Rosane Zan, participaram do ato em defesa da instituição. “Que possamos respeitar a posição de pais, alunos e educadores que pedem para não fechar a escola. E que como pedagogos possamos ver a importância dessa instituição para a comunidade escolar”, afirmou a presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer.  Alcoba disse não ter conhecimento sobre o ocorrido e que irá averiguar o assunto.

Notícias relacionadas