CPERS debate violência de gênero na política e nos movimentos sociais


Dentro da programação dos 21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres, na última sexta-feira (8), o Departamento de Gênero e Diversidade do CPERS realizou um debate, transmitido ao vivo nas redes do Sindicato, sobre como a violência de gênero afeta as mulheres nos universos parlamentares e movimentos sociais.

Durante o evento, a educadora social e deputada federal do PCdoB do Rio Grande do Sul, Daiana Santos, e a Coordenadora Estadual do Movimento Nacional de Luta pela Moradia (MNLM/RS), Ceniriani Vargas da Silva, expuseram suas realidades nesses contextos e reforçaram a importância desta luta em todos os espaços.

>> Confira a íntegra do debate abaixo: 

As diretoras do Sindicato, Carla Cassais e Vera Lessês, mediaram o debate. A secretária-geral, Suzana Lauermann, e o diretor, Leonardo Preto, que também integram o Departamento de Gênero e Diversidade do Sindicato, participaram da atividade.

O CPERS reforça que a violência contra a mulher é um problema social e de saúde pública que atinge todas as etnias, religiões, escolaridades e classes sociais e não pode ser ignorado ou disfarçado. Precisamos denunciar qualquer tipo de violência contra meninas e mulheres!

>> Veja as fotos do encontro abaixo: 

Notícias relacionadas