Caravana do CPERS leva debate sobre o futuro da educação para as escolas e também denuncia descaso do atual governo


Nesta quinta-feira (1°), a #CaravanaPelaDemocracia do CPERS chegou aos núcleos de Vacaria (30°) e Cruz Alta (11⁰).

Durante as visitas, dirigentes conversaram com educadores(as) sobre a atual conjuntura política e reforçaram que o momento exige vigilância e unidade na escolha de representantes que – de fato – defendam a educação pública, laica e de qualidade social e os direitos de quem trabalha no chão da escola.

O presidente em exercício do CPERS, Alex Saratt, conclamou os colegas para refletirem e estudarem a fundo os projetos em disputa.

“Nossa Sineta traz como os deputados votaram em projetos que impactaram na nossa carreira, nas nossas vidas. E também um comparativo dos quatro últimos governos. Nós temos a condição de olhar, avaliar e decidir o que deve ser feito. Porque é a nossa profissão, é o nosso presente e o nosso futuro. Precisamos eleger quem defende as nossas causas, quem defende a educação pública”.

Edson Garcia, vice-presidente do Sindicato, alerta que o futuro da educação pública está em risco: “O CPERS não vem aqui dizer em quem vocês devem votar, mas sim, para mostrar o que os últimos governos fizeram pela educação e pela categoria. Chamamos os colegas para a reflexão, para escolher os projetos que priorizem a educação pública e os educadores. Se não tivermos juntos com os governos que lutam pela educação, as escolas estaduais podem fechar ou serem privatizadas”.

Escola de Cruz Alta está há mais de cinco anos alojada em prédio de antigo hospital

Além do debate sobre a conjuntura política, a Caravana do CPERS também denuncia o descaso do atual governo com as escolas públicas e expõe que, mesmo após seis meses do início do ano letivo, diversas escolas ainda apresentam sérios problemas estruturais.

Entre as instituições visitadas na região de Cruz Alta, os dirigentes do Sindicato estiveram na EEEB Margarida Padelhas, que está há mais de cinco anos alojada no prédio de um antigo hospital da cidade. As obras da nova estrutura da escola estão paradas há pelo menos dois anos.

Não há pátio e o frio predomina, essas são algumas características, entre tantas outras, que evidenciam que o local é inadequado para uma escola.

O professor de História e Geografia, Sandro Fogaça Martins, leciona há dez anos na Margarida Padelhas e relata a rotina de atuar em uma estrutura que já abrigou um hospital.

“É cada vez mais difícil. Era para ser provisório e ainda estamos aqui Não é uma estrutura para uma escola. Hoje, esse prédio já está com mais dificuldade do que o antigo. Há infiltrações por toda parte, frio e muita umidade. Para os alunos é muito complicado, pois são uns labirintos. A sensação é de abandono e de insegurança, pois a incerteza é enorme”, desabafa.

Para o diretor do CPERS, Leonardo Preto Echevarria, que esteve no local, a atual situação da escola é inaceitável.

“É inadmissível que essa situação se arraste por tantos anos. O governo deveria fazer todo o esforço para que educadores e estudantes estivessem na estrutura da escola. Aula em ambiente que era hospitalar é inaceitável”.

Acompanharam a Caravana em Cruz Alta: Marisa Martiéllo Padilha, representante dos Aposentados(as) do Núcleo, Jane Caetano, representante estadual dos Aposentados(as) do Núcleo e a educadora aposentada Aliete Batista de Andrade.

Já em Vacaria a Caravana foi acompanhada pela diretora do 30º Núcleo, Joara Dutra Vieira, o vice-diretor, Osmar Emílio Mussatto, a representante da direção do Núcleo, Olivia Melo, e as educadoras aposentadas Erondina Nery, Helena Caon e Najia Pegorine.

O CPERS segue na estrada, até o dia 9 de setembro, visitando escolas para mobilizar a categoria e fortalecer o projeto de futuro que queremos para a educação pública gaúcha e brasileira. Nesta sexta-feira (2), a Caravana passará pelas regiões de Erechim e Soledade.

>> Confira abaixo as escolas visitadas na #CaravanaPelaDemocracia nesta quinta-feira (1°):

> Região do 11° Núcleo do CPERS – Cruz Alta

IEE Professor Annes Dias
EEEM Belarmino Corte
EEEF Elisa Brum de Lima
EEEF Pacífico Dias da Fonseca
EEEM Dom Antônio Reis
EEEB Margarida Pardelhas
EEEB Venâncio Aires

> Região do 30° Núcleo do CPERS – Vacaria

EE Irmão Getúlio
EEEM José Fernandes de Oliveira
EEEF Nossa Senhora da Oliveira
EEEM Marcirio Marques Pacheco, em Esmeralda

Notícias relacionadas