• Home  /
  • destaque   /
  • Movimento Unificado dos Servidores define próxima mobilização em defesa do serviço público

Movimento Unificado dos Servidores define próxima mobilização em defesa do serviço público

Lideranças do Movimento Unificado dos Servidores (MUS) reuniram-se na sede do CPERS nesta terça-feira (17) para definir os próximos passos da luta em defesa do serviço público gaúcho. Os presentes definiram o dia 31 de julho para o início de uma intensa jornada de mobilizações, começando por um ato unificado em local ainda a definir.

A intenção é chamar atenção da sociedade para o desmonte do Estado e os danos causados pelo projeto de Estado mínimo, em curso no RS e no Brasil. Novos atos serão realizados até o início da janela eleitoral, alertando a população sobre os candidatos que darão continuidade à precarização dos serviços, aos ataques a servidores e à destruição das proteções sociais.

“Precisamos deixar claro o que está em jogo. Não é sobre um ou outro candidato, é sobre todos aqueles que representam a continuidade do projeto de Sartori e Temer”, destacou Helenir Schürer, presidente do CPERS.

Na reunião, também foi discutida a necessidade de convocar todas as 43 entidades que compõem o movimento, cuja mobilização reuniu mais de 40 mil servidores em agosto de 2015. Um próximo encontro foi marcado para a sexta-feira (20), às 10h, também no CPERS.

Participaram da reunião Guilherme Toniolo (Sintergs), Paulo Mesquita, Fábio Costa e Isaac Ortiz (Ugeirm), Ana Maria Spadari (Senergisul), Ubirajara Ramos (Abergs), Antonio Augusto Medeiros (Afagro), André Costa (CSB), Thomas N. Vieira (Sindpers), Cícero Correa Filho e Giana Guerin (Sindispge), e Márcia Elisa Trindade (Sindissama / Fessergs). Do CPERS, também participaram Candida Betriz Rossetto, secretária-geral, e Sônia Solange, diretora.

 

Deixe seu comentário