Trabalhadores em educação atingidos pelas chuvas no RS ainda lutam para reconstruir suas casas


Milhares de pessoas desabrigadas e desalojadas no Rio Grande do Sul ainda lutam para reconstruir suas vidas depois das tempestades que assolaram várias cidades no estado. Entre essas estão trabalhadores em educação, que desde as primeiras tragédias ocorridas em setembro, ainda não se reestruturaram por completo.

De acordo com o balanço mais recente divulgado pela Defesa civil do RS, quase 700 mil habitantes foram afetados, direta ou indiretamente, pelos eventos climáticos na região. Cerca de 28 mil tiveram de deixar suas casas e outras 2.685 continuam em abrigos públicos. Ao todo, estima-se que 138 municípios sofreram transtornos pelas chuvas.

“Após os primeiros desastres, conseguimos arrecadar algumas coisas e, com ajuda da Central Única dos Trabalhadores (CUT-RS), nós distribuímos para as pessoas, mas aí tivemos outro desastre e tudo foi levado novamente”, relata a presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer.

Helenir ainda criticou a lentidão e desinteresse do governo estadual em prestar assistência aos atingidos. Segundo ela, muitas pessoas continuam sobrevivendo de forma extremamente precária desde as primeiras tempestades. “Tivemos professores que perderam tudo, inclusive suas casas, que continuam exatamente na mesma situação”, lamenta.

Ela destaca que as arrecadações continuam acontecendo, mas agora, com mais uma expectativa nacional de conseguir ajuda para a construção de novos lares para os desabrigados. “A luta continua!”, enfatiza Helenir.

AJUDE OS ATINGIDOS PELAS CHUVAS

Em setembro, a CNTE e o Centro dos Professores do Estado do Rio Grande do Sul (CPERS) lançaram a campanha “SOS RS”, visando arrecadar doações financeiras para os trabalhadores em educação atingidos pelas chuvas e enchentes no estado.

As doações, em qualquer quantia, podem ser feitas por PIX ou transferência bancária tradicional- TED, para a conta-corrente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação. Confira os dados:

PIX

Celular CNTE – 61 982412223. Informe a finalidade da descrição do PIX: #SOS RS

TED

Conta Corrente da CNTE – Bradesco – AG. 606-8 – C/C: 113.909-2 – CNPJ: 00.579.136/0001-06

Foto: Maurício Tonetto/Secom

Notícias relacionadas