“Os educadores de nossos filhos merecem nosso apoio”, afirma CUT-RS em solidariedade à greve


Claudir no Largo

A Executiva Estadual da CUT-RS, reunida na terça-feira (3), em Porto Alegre, decidiu orientar todas as entidades filiadas a reafirmar em suas publicações todo o apoio e a solidariedade à brava greve dos educadores gaúchos contra o tratamento desumano do governador José Ivo Sartori (PMDB), que não paga salários em dia, arrocha, ameaça quem luta por seus direitos e quer privatizar o que resta de patrimônio público para agradar os grandes empresários e o capital financeiro.
Para tanto, a CUT-RS encaminhou um texto sob o título “Os educadores de nossos filhos merecem nosso apoio” para ser veiculado em jornais, rádios, sites e redes sociais, mostrando que os trabalhadores estão do lado dos educadores na luta contra os ataques de Sartori.
“Temos que expressar de todas as formas que estamos juntos com os professores e os funcionários das escolas, em greve legítima desde o dia 5 de setembro, lutando com dignidade contra o parcelamento e o atraso no pagamento dos salários e do 13º, pela manutenção dos direitos conquistados e em defesa da educação pública de qualidade para os filhos da classe trabalhadora”, ressalta o presidente da CUT-RS, Claudir Nespolo.

Confira a íntegra do texto da CUT-RS!

Os educadores de nossos filhos merecem nosso apoio

Professores e funcionários de escolas estaduais travam uma luta árdua por um dos direitos mais elementares: receber o salário em dia.

Como resposta ao movimento, organizado pelo CPERS Sindicato, o governador Sartori, do PMDB, mandou demitir professores contratados em greve, agindo como um patrão truculento que, ao invés de negociar o atendimento das reivindicações, prefere atacar o direito de greve.

Nosso sindicato apoia a paralisação dos educadores gaúchos porque sabe que, sem trabalhadores respeitados e valorizados, não haverá educação pública de qualidade para os nossos filhos.

Estamos juntos nessa luta por dignidade. 

Gigantinho

 

Notícias relacionadas