Nenhum direito a menos!


A Direção Central do CPERS ingressou hoje com pedido de mandado de segurança para impedir que o governo do Estado parcele ou atrase o pagamento do salário dos educadores. A ação foi protocolada no Tribunal de Justiça do Estado pela presidente do Sindicato, Helenir Aguiar Schürer. “Não sabemos ainda quantos podem ser atingidos se essa medida for efetivada. Mas, para nós, se atingir a um educador já é o suficiente para pedirmos o pagamento em dia”, destaca Helenir.

Notícias relacionadas