Mostra Pedagógica regional encerra em Bento Gonçalves e destaca criatividade e dedicação dos estudantes


Estudantes das escolas estaduais do 12º núcleo (Bento Gonçalves) levaram ao pé da letra o tema da 4ª edição da Mostra Pedagógica do CPERS: educar é uma aventura criativa. Os nove trabalhos inscritos, das quatro escolas participantes, evidenciaram o empenho e a criatividade dos alunos em cada detalhe dos projetos expostos na EEEF General Bento Gonçalves da Silva, durante à tarde desta terça-feira (12).

A diretora do departamento de Educação do CPERS, Rosane Zan, ao dar as boas-vindas ao público explicou que hoje encerraram as etapas regionais da iniciativa e elogiou a qualidade dos trabalhos da região. “É muito bom, já na reta final das etapas regionais, ver trabalhos tão lindos. É gratificante constatar o empenho de cada um de vocês”.

Conscientização sobre o trânsito, tema que norteou o projeto desenvolvido na escola General Bento Gonçalves da Silva durante o ano, foi tema do teatro que abriu a apresentação dos trabalhos. “Professores de todas as disciplinas trabalharam a questão em sala de aula, através de ações como interpretação das leis, produção textual e construção de maquetes. Agradecemos ao sindicato por esta oportunidade. No ano passado já participamos e absorvemos muito da experiência dos trabalhos que vimos na etapa estadual”, relatou o vice-diretor da escola, Luiz Felipe Gonçalves de Oliveira.

Além deste tema também foram expostos projetos sobre sustentabilidade, cultura gaúcha, literatura de cordel, tertúlia, autor presente e liga de combate ao câncer.

Representando o Colégio Colbachini, de Nova Bassano, uma das escolas vencedoras da etapa estadual da primeira Mostra Pedagógica, a professora de Química e Metodologia de Pesquisa, Jéssica Lazzarotto Vivian, destacou os frutos colhidos desde a primeira participação na iniciativa. “Nossos alunos envolveram-se cada vez mais nos projetos. Pesquisaram e se dedicaram ainda mais para fazerem a diferença na escola e para serem reconhecidos em todos os espaços. Nós fazemos questão de participar de todas as edições”, afirmou.

“A Mostra é uma boa oportunidade para os alunos do EJA mostrarem que nesta modalidade de ensino também trabalhamos com projetos interessantes. É, sem dúvida, uma ótima experiência para eles e também para mostrarmos a qualidade do que produzimos”, observou a professora de Matemática, Nilda Pizzi.

A pequena Maria Luiza Donato Matozo, de nove anos, aluna do quarto ano, estava empolgada para apresentar à platéia a maquete que ajudou a construir com seus colegas de turma. “Essa é a primeira maquete que a gente fez. É muito legal poder mostrar o nosso trabalho para todos da escola hoje. Fizemos com muito carinho”, disse.

A etapa estadual da Mostra ocorre no próximo dia 29, das 9h às 19h, na Praça da Matriz, em Porto Alegre, onde serão apresentados todos os trabalhos selecionados nas etapas regionais.

No total, mais de cem trabalhos estarão expostos, levando ao conhecimento da população a qualidade do ensino nas escolas públicas gaúchas.

A nossa luta pela educação é pelo futuro de vocês

Durante a Mostra, Rosane destacou a importância da comunidade escolar estar lado a lado dos educadores na luta por valorização e respeito. “É importante explicar que quando fazemos as nossas mobilizações, não é somente pelos nossos salários em dia e por reajuste, vai muito além disso. A nossa luta é pela manutenção da escola pública com a estrutura adequada e a valorização necessária aos professores e funcionários, o que reflete diretamente no ensino de vocês. É pelo futuro de cada um que está aqui hoje, que nós lutamos”, justificou.

Nesta quinta-feira (14), o CPERS realiza, às 9h30, na Praça da Matriz, a Assembleia Geral que irá definir sobre a greve da categoria. À tarde, às 13h30, os educadores irão se somar aos demais servidores no Ato Unificado da Frente de Servidores Públicos, no Largo Glênio Peres.

Notícias relacionadas