Investimentos em educação no RS sofrem corte de 46% em cinco anos


De acordo dados do portal da transparência do Estado, analisados pelo Dieese, áreas prioritárias registraram significativa redução de investimentos nos últimos anos.

Na comparação entre 2015 e 2020, a educação sofreu retração de 46% (36,4 milhões a menos). Proporcionalmente ao total de investimentos, a fatia do setor foi reduzida de 13,7% para 7,5%.

Na Saúde, a redução foi ainda mais drástica; entre 2015 e 2019, o arrocho ceifou 97% dos investimentos, que caíram R$ 18,8 milhões. No entanto, com os aportes especiais devido à pandemia, o ano de 2020 registrou um aumento de 39% em comparação com 2015.

Também chama atenção a queda da participação dos investimentos na área, que desabaram de 3,4% em 2015 para 0,1% em 2019 do total investido pelo Estado.

Os investimentos consideram gastos com planejamento e execução de obras, incluindo aquisição de imóveis, instalações, equipamentos e material permanente.

As variações são em termos nominais. Se os patamares de investimentos fossem ao menos mantidos, o crescimento esperado deveria ser compatível com a inflação do período, acumulada em 36,96% (IPCA/IBGE).

>> Clique aqui para ler a íntegra da análise do Dieese

20210420_Investimentos_RS_áreas selecionadas

Notícias relacionadas