Síndrome de Burnout

A professora e pesquisadora Liciane Diehl, doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade do Vale do Rio dos Sinos – Unisinos, sob orientação da professora Dra. Mary Sandra Carlotto, está desenvolvendo o estudo sobre Síndrome de Burnout em professores da Educação Básica e Educação Superior.
A pesquisa engloba escolas públicas e privadas e tem como principais objetivos avaliar a Síndrome de Burnout em professores da educação básica (educação infantil, ensino fundamental e ensino médio) e da educação superior (graduação e pós-graduação) e analisar se existe diferença nos preditores da Síndrome de Burnout de acordo com os níveis de ensino.
A principal justificativa, segundo a pesquisadora, é que professores não pertencem a um grupo homogêneo, pois dentro desta categorização há diferenças de funções e atribuições. Os desafios, demandas e recompensas se apresentam de modo diferente, de acordo com variáveis como tipo de escola – pública ou privada –, contexto social onde está inserida – urbana ou rural, faixa etária dos alunos, etc. “Entender como a Síndrome de Burnout se manifesta em professores conforme níveis de ensino é importante, tendo em vista que a sua influência varia conforme o nível de ensino estudado”, observa a pesquisadora.
A pesquisa é on-line e tem duração média de 15 minutos. Para participar, é necessário: atuar como professor (a) há mais de 1 ano no mesmo nível de ensino em que leciona atualmente em instituição pública ou privada no Estado do Rio Grande do Sul.

Para participar, basta clicar aqui:

https://docs.google.com/forms/d/1JMOg5A5T2UFfS-5rQgUyGeO4nFQJWExVFyNVLM1_oq4/viewform?edit_requested=true

 

Deixe seu comentário

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.