• Home  /
  • destaque   /
  • Pressão dos educadores e demais servidores fazem governo recuar, mais uma vez

Pressão dos educadores e demais servidores fazem governo recuar, mais uma vez

A força da vigília dos educadores na Praça da Matriz, aliada à pressão aos deputados para que não votem em projetos que retiram direitos históricos, fez com que a bancada do governo Sartori retirasse o quórum na sessão desta terça-feira (4), na Assembleia Legislativa, para evitar a votação da PEC 261/2016.
“O trabalho que realizamos hoje, deu resultado. O governo, mais uma vez, demonstrou sua face antidemocrática. Vendo que ia ser derrotado, retirou o quórum de forma vergonhosa. A verdade é muito clara, o governo não tem 33 votos para aprovar a PEC. Se não retirá-la será derrotado”, ressaltou a presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer.
A PEC 261/2016, que altera a redação do artigo 37 da Constituição Estadual, substitui a noção de tempo de serviço pela de tempo de contribuição para efeito de aposentadoria, deve voltar à votação nesta quarta-feira (05), a partir das 10 horas. Outra proposta que atinge a categoria e também deve ir à votação amanhã é a PEC 242/2015, que altera o artigo 33 da Constituição, extinguindo a licença prêmio dos servidores e criando a licença capacitação.
“Amanhã, às 9 horas, serão distribuídas as senhas para a entrada nas galerias e às 10h começa a votação, já com a 261. Por isso, é muito importante conversarmos novamente com os deputados para exigir o voto contrário a esta e outras propostas que atacam os nossos direitos. Nesta quarta, todos e todas na Praça da Matriz”, conclama Helenir.

 

Fotos: Carol Ferraz

Deixe seu comentário

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.