• Home  /
  • destaque   /
  • Pressão dos educadores barra votação do PL 148 na Assembleia Legislativa

Pressão dos educadores barra votação do PL 148 na Assembleia Legislativa

Após uma manhã de agenda de atos e audiência com o governo, nesta terça-feira (10), educadores e educadoras dos 42 núcleos do Sindicato permaneceram em vigília na Praça da Matriz, com o objetivo de pressionar os deputados a não votarem no PL 148/2017, o qual impede a cedência de servidores para atuação nos Sindicatos.
Após aprovação do PL 174/2017, que autoriza o Poder Executivo a renegociar as operações de crédito firmadas com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES, por 42 a 1, os parlamentares começaram a discussão do PL 148. Educadores e demais servidores continuaram pressionar os deputados nas galerias.
Na segunda verificação de presença, alguns deputados retiraram o  quórum e o PL 148 não foi a votação.
“Mais uma Vitória de nossa greve. Nossa resistência e a força da nossa greve construiu mais essa derrota às políticas que atacam nossos direitos de organização. Terça que vem todos e todas na nossa vígilia”, afirma a presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer.

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.