• Home  /
  • destaque   /
  • Nota pública: Solidariedade a Roberto Baradel

Nota pública: Solidariedade a Roberto Baradel

Notícias dão conta que novas ameaças anônimas foram perpetradas contra o dirigente sindical e sua família. Ameaças essas que têm sido reiteradas na vida deste dirigente, desde que há quase um ano, as primeiras ameaças foram feitas e, já à época, denunciadas publicamente. Quando qualquer liderança sindical, em qualquer parte do mundo, é cerceada em sua atuação, não só o movimento sindical é alvejado, mas, sobretudo, a própria democracia!
Não admitiremos nenhuma ameaça que intente a obstrução da atividade sindical em nenhum país do mundo. A democracia só pode ser exercida se a ação sindical for livre e autônoma. A solidariedade dos trabalhadores em educação do Brasil ao companheiro Baradel e à sua entidade de representação dos trabalhadores em educação da província de Buenos Aires!
Os/as educadores/as brasileiros/as estão vigilantes contra mais esse caso de agressão ao sistema democrático de nossa região. Esse grave caso de ameaça à vida e ao exercício de um companheiro ligado às lutas da educação o continente já reverbera em foros de todo mundo. É fundamental que o governo argentino garanta a segurança e vida do companheiro Roberto Baradel! Exortamos que os organismos de segurança do país e da província de Buenos Aires garanta o livre exercício das atividades sindicais de quem quer que seja! Não nos furtaremos em denunciar esse caso de ameaça onde quer que tenhamos espaço de fala. Toda solidariedade ao companheiro Roberto Baradel e à sua família!

 Brasília, 23 de janeiro de 2018.

Diretoria Executiva da CNTE

Deixe seu comentário