• Home  /
  • destaque   /
  • Moção de repúdio contra a truculência da PM do Piauí contra os servidores públicos estaduais

Moção de repúdio contra a truculência da PM do Piauí contra os servidores públicos estaduais

O CPERS repudia a ação truculenta do governo Wellington Dias contra os servidores públicos estaduais do Piauí. Na manhã do dia 21, os servidores realizaram uma manifestação pacífica contra a aprovação de um novo projeto de lei do governo que diminuía o reajuste de 6,81% (Lei do Piso do Magistério) para 2,95%, quando sofreram grande repressão na Assembleia Legislativa, sendo covardemente agredidos pela Polícia Militar.

A violência contra os manifestantes deixou vários feridos. Entre os casos mais graves está o da professora Patrícia Andrade, docente do Instituto Federal do Piauí (Ifpi), que sofreu fratura no fêmur e passará por cirurgia.

A ordem para a agredir os servidores partiu do presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, Themistocles Filho (MDB).

É urgente que o governo do Piauí e a Assembleia Legislativa deste estado mantenham o que havia sido acordado e garantam os reajustes que já tinham sido aprovados com as categorias em abril.

O CPERS repudia de forma veemente todo e qualquer tipo de violência contra as justas manifestações dos servidores públicos e demais trabalhadores que lutam para não terem os seus direitos arrancados. O Sindicato é solidário à justa luta dos servidores piauienses.

 

 

Deixe seu comentário

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.