• Home  /
  • destaque   /
  • Esclarecimentos sobre o empréstimo do 13º

Esclarecimentos sobre o empréstimo do 13º

A partir de hoje (14), os(as) educadores(as) que optarem por receber seu 13º salário via empréstimo pelo Banrisul devem procurar uma agência e obter a linha de crédito. Os valores serão depositados no dia 20 deste mês, prazo legal para pagamento do benefício.

Quem pode solicitar o empréstimo bancário para antecipar o 13°?
Conforme a Secretaria Estadual da Fazenda, todos os servidores do Poder Executivo, incluindo ativos, inativos, pensionistas e aqueles vinculados a estatutos próprios, sem distinção entre quem possui ou não ação judicial ou cadastro de inadimplência.

Como o empréstimo pode ser solicitado?
Os clientes podem contratar as operações nas agências do Banrisul, independentemente de sua unidade de relacionamento, e nos canais de autoatendimento (caixas eletrônicos, home banking e aplicativo Banrisul Digital).

O empréstimo é facultativo?
Sim. Quem optar por não receber o 13º de 2018 por meio de empréstimo bancário terá os valores quitados, parceladamente, em 2019. A indenização pelo atraso será de 1,5% ao mês.

Quem está negativado no Banrisul terá essa possibilidade também?
O governador José Ivo Sartori sancionou, nesta semana, lei que permite a servidores inadimplentes ou com ação judicial solicitar o adiantamento do benefício.

Em quanto tempo os recursos do empréstimo entram na conta dos servidores?
A partir desta sexta-feira (14), o Banrisul coloca a linha de crédito à disposição do funcionalismo, e os valores devem ser depositados em 20 de dezembro. O banco também informa que, entre essa data e 15 de janeiro, o empréstimo poderá ser contratado e liberado no mesmo dia.

Quem fez a portabilidade, recebendo por outro banco, poderá solicitar a antecipação?
O Banrisul afirmou que “tem solução financeira para todos os clientes, inclusive com empréstimo para os que portaram a folha de pagamento para o mercado”.

Como o custo da operação será cobrado?
O Estado promete pagar, com cada parcela do 13º salário, uma indenização de 1,5% ao mês sobre o saldo devedor para todos os servidores vinculados ao Poder Executivo, independente de quem buscou ou não a antecipação via rede bancária. Aos servidores que procurarem o empréstimo, a indenização deverá cobrir os custos da operação, garantindo que não haverá prejuízo a eles, diz a Secretaria Estadual da Fazenda.

Fontes: Banrisul e Secretaria Estadual da Fazenda

 

Deixe seu comentário