• Home  /
  • destaque   /
  • Educadores(as) participem da Marcha Independente Zumbi Dandara – dia 20 de novembro, em Porto Alegre

Educadores(as) participem da Marcha Independente Zumbi Dandara – dia 20 de novembro, em Porto Alegre

O CPERS convida a todos(as) os(as) educadores(as) a participarem da Marcha Zumbi-Dandara que ocorre no dia 20 de novembro, Dia Nacional da Consciência Negra. Este ano, a Marcha terá como tema “130 anos de abolição sem reparação: em defesa dos territórios, da liberdade e da vida”. A concentração será às 18h no Largo Glênio Peres.

A atividade fará referência também a vereadora carioca Marielle Franco (PSol/RJ), brutalmente assassinada no dia 14 de março deste ano, juntamente com seu motorista, Anderson Gomes, num crime até hoje não esclarecido.

Outro personagem a ser lembrado no ato será o mestre Moa, o mestre de capoeira assassinado por questões políticas em Salvador (BA), no dia 8 de outubro, depois do primeiro turno da eleição.

A marcha pretende chamar a atenção para a situação da população negra do país e para a necessidade da continuidade e do fortalecimento das políticas públicas de reparação.

A DATA – O Dia Nacional da Consciência Negra é comemorado em 20 de novembro em todo o país. A data homenageia Zumbi, um africano que nasceu livre, mas foi escravizado aos seis anos de idade. Mais tarde ele seria o líder do Quilombo dos Palmares. Zumbi morreu em 20 de novembro de 1695. Em mais de mil municípios, a data é feriado.

Em 2011 a presidente Dilma Roussef sancionou a Lei 12.519/2011 que oficializa a data.

No período do Brasil colonial, Zumbi simbolizou a luta do negro e morreu enquanto defendia e lutava pelos direitos do seu povo.

O Quilombo dos Palmares, localizado no atual estado de Alagoas, liderado por Zumbi, formavam a resistência ao sistema escravocrata que vigorava. Ali os negros escravizados recuperavam sua liberdade, preservavam a cultura africana na colônia e viviam do plantio e do comércio realizado com cidades próximas.

Deixe seu comentário