• Home  /
  • destaque   /
  • CPERS encerra plenárias sobre as consequências da terceirização, nos Núcleos de Cerro Largo, Caxias do Sul e Três de Maio

CPERS encerra plenárias sobre as consequências da terceirização, nos Núcleos de Cerro Largo, Caxias do Sul e Três de Maio

Nesta sexta-feira (20), a última etapa das plenárias do CPERS sobre as consequências da terceirização foi realizada nos Núcleos de Cerro Largo, Caxias do Sul e Três de Maio.
Desde o dia 27 de março na estrada, as plenárias foram realizadas nos 42 Núcleos do Sindicato. Milhares de professores (as) e funcionários (as) de escola foram informados e respaldados para a grande luta contra a terceirização nas escolas estaduais, anunciada  pelo governo Sartori (MDB).
A Direção Central, juntamente com a assessoria jurídica e a direção dos Núcleos, levou aos educadores e educadoras todas as informações sobre a nova ameaça de Sartori.
Os funcionários (as) de escola e professores (as) lotaram os encontros, cientes de que o objetivo de Sartori é privatizar a educação pública e acabar com os serviços públicos.
A presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer avalia que as plenárias foram um sucesso em todo o Estado. “Levamos informações e esclarecimentos por todo o Estado. Precisamos estar cada vez mais atentos e unificados. Não vamos permitir a terceirização da educação pública aqui no Rio Grande do Sul. Sartori que se prepare porque esta categoria está na luta e vai resistir”, afirmou.
A Direção Central orienta aos educadores e educadores para que fiquem atentos ao site e Facebook do CPERS para as chamadas de atos e mobilizações contra a terceirização.


Cerro Largo


Cerro Largo


Três de Maio


Três de Maio

 Caxias do Sul

Deixe seu comentário

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.