• Home  /
  • destaque   /
  • Caravana de Mobilização da Greve alerta educadores sobre a importância da luta contra o governo Sartori

Caravana de Mobilização da Greve alerta educadores sobre a importância da luta contra o governo Sartori

Iniciou nesta quarta-feira (04), a Caravana de Mobilização da Greve do CPERS, composta pelo Comando de Greve Estadual e integrantes dos Núcleos visitados e de outros Núcleos do Sindicato. A iniciativa tem o objetivo de informar e mobilizar os professores e funcionários de escola que ainda não aderiram à greve. A iniciativa, que tem três roteiros, visitou hoje escolas dos municípios de Santana do Livramento, Soledade e Santa Rosa.
No 10º Núcleo – Santa Rosa, as visitas alcançaram 90% das escolas (que aderiram ou não a greve). Os municípios visitados foram Santo Cristo, Tucunduva, Tupanrendi, Alecrim, Campinas das Missões, Candido Godoi, Porto Mauá, Novo Machado e Santa Rosa.
Na E.E.E.M. Assis Brasil, no município de Alecrim, os educadores estão 100% em greve. Foi realizada uma reunião com os educadores grevistas, pais e mães. Durante o encontro, os pais foram informados de todos os ataques do governo Sartori contra a categoria e que a luta dos professores e funcionários de escola é por dignidade.
No 23º Núcleo – Santana do Livramento, foram visitadas várias escolas, entre elas Escola Moysés Vianna, Escola Liberato Salzano Vieira da Cunha e Escola General Neto. Nas instituições foram feitas plenárias com estudantes e conversas com professores, funcionários de escola e direções.
No 28º Núcleo – Soledade, o Comando de Greve esteve presente em escolas como a Clemente Pereira e a Ruy Piegas da Silveira, nas quais foi destacada a importância da união e da mobilização da categoria para barrar os ataques e ameaças do governo.

Greve segue forte em todo o Estado

A presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer, apresentou, nas escolas em que visitou no núcleo de Santa Rosa, a análise da Greve destacando que o movimento cresce cada dia mais. “A união de todos é fundamental para que a nossa greve cresça ainda mais e faça com que o governo venha realmente negociar com a categoria, apresente uma proposta concreta”, afirmou a presidente.
Helenir destacou os três eixos de luta da categoria nesta Greve deflagrada no dia 05 de setembro em Assembleia no Largo Glênio Peres: pagamento integral do salário, do 13º, fim do parcelamento, pela retirada das PECs, 261, 257, 242, 258 e do PL 148 e pela reposição salarial (os educadores já acumulam 82% de defasagem salarial).
“O que muitos não sabem é que o governo pagou somente quem recebeu até R$ 1.750,00 líquidos. A verdade é que a maioria dos educadores não receberam nenhum centavo ainda. Estão sem poder honrar suas contas, pagar alimento para a sua família. Nossa Greve é por dignidade”, destacou Helenir.
A Caravana de Mobilização da Greve estará nesta quinta-feira (5) nos núcleos de Alegrete, Carazinho e Três de Maio.

 

Deixe seu comentário